O SUPRACONSCIENTE

O ser humano, fisiologicamente, é regido pelo cérebro, isto dentro de um ponto de vista materialista, e, portanto elementar. É sabido que a psicologia já descobriu a existência da faixa sub-consciente no intrincado psicológico do homem.Pois há ainda o supra- consciente.
O supra consciente,que podemos chamar a zona instintiva,é o cérebro dos desejos,o aparelho anímico que rege a vida orgânica,e também as manifestações grosseiras do pensamento inferior.Dele nos chegam as idéias sensuais, as manifestações dos vícios e as tendências gerais de animalidade.É a faixa infra intelectual do verdadeiro EU,a porção incôndita da personalidade que se mistura ao espírito como este gostaria de ser,dentro das normas da higiene mental.
O homem,seguindo o próprio Homem,deveria ser um ente moralizado,um ente perfeito na ordem psicológica e portanto social;todavia nem mesmo o professor de moral é um ser liberto de seu cérebro de desejos:quase sempre,é uma pessoa que embora dispendendo enorme esforço autocrítico,não consegue deixar de ser vítima dos influxos da zona inferior de sua mente.
Todo vício é fruto da mente instintiva, podemos notar perfeitamente que o tabagismo, o alcoolismo, a toxicomania, não nascem propriamente da vontade do indivíduo, mas de um “sub eu” intrínseco “à personalidade. É que os vícios são orgânicos, absolutamente independentes da vontade do ser, pertencem a um cérebro,” secundário” que coexiste junto ao motor fisiológico do corpo.
Poderiam alguns adeptos da escola de Augusto Comte, apoiados contra vontade do monismo materialista, refutar o que pretendemos desenvolver, considerando a vida, tanto orgânica como mental, mero fruto de funções citológicas, motrificadas pela ação das forças químicas. Não contrariamos a idéia da ação química,mas pretendemos demonstrar o que se encontra além dos limites convencionais da bioquímica.Em verdade, a palavra bioquímica é satisfatória,porém os elementos químicos não devem ser considerados somente pertencentes ao plano físico.Os elementos são infinitos.A matéria densa é permeada por outra mais sutil e esta por sua vez ,por mais tênue ainda.Os fenômenos mentais e emocionais,poderiam,sem dúvida,ser definidos como menos mentais e emocionais,poderiam ser definidos como “reflexo das reações bioquímicas sob influência dos elementos aquém físicos e metafísicos”,ou de outra forma,”reações provenientes da física e metafísica,sob ação sugestionante da parte invisível do próprio homem.
Assim como compreendemos o domínio da mente inferior, podemos compreender o império da mente superior.
O supra consciente,ou mente cósmosófica é o potencial latente do Espírito,passível de despertamento através da ascesse evolutiva do espírito.
Pois a inteligência consciente situa-se entre a mente instintiva e a mente cosmosófica. E aqui encontramos a razão das grandes controvérsias da história!
É do supra consciente,desta sublimada região do “EU” que nos chegaram as revelações extraordinárias dos mestres que sempre desorientou a ciência oficial.
Pois bem! Se a psicologia aplicada procura transladar o eu da região instintiva para a verdadeira zona intelectual a percepção cosmosófica.
O homem pode situar a sua vida mental em três regiões de sua mente: instintiva, intelectual, cosmosófica inferior não compreendendo a superior. Assim como um animal não pode compreender um ser humano(intelectual),o Homem intelectual não pode compreender as ” razões” de um “EU” situado no supra consciente
Todos os Grandes Mestres atestaram o supra consciente e intelectuais que tentaram julgá-los,ou se tornaram seguidores ou caíram no ceticismo revoltado…
Que fez Voltaire?Criticou o dogma.
Mas o dogma é o escândalo do falso sábio!!

(ALÓDIO TOVÁR)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s